Será que vale a pena mesmo investir em gestão de manutenção? Entenda a importância e o impacto desse investimento na indústria!

Em muitas indústrias, investir em gestão de manutenção é visto como um custo. Em processos de redução de despesas, não é difícil ver a área sofrendo cortes que podem refletir de modo muito negativo na qualidade e continuidade das operações. 

Pensando nesse desafio que os mantenedores enfrentam, reunimos aqui alguns dos principais motivos para uma indústria investir em gestão de manutenção. Entenda a importância desse investimento tendo em vista os benefícios dessa gestão e o cenário econômico nos próximos anos.

O que é gestão de manutenção industrial?

A gestão de manutenção compreende um conjunto de práticas e tecnologias que permitem garantir o bom funcionamento e desempenho dos equipamentos. Ou seja, a ideia é assegurar que as máquinas continuem sempre disponíveis para a produção.

Assim, a gestão de manutenção planeja as revisões e monitora as máquinas não somente para corrigir falhas, mas também para evitar que esses erros ocorram. 

Qual o impacto da gestão de manutenção na indústria?

O valor da gestão de manutenção nas indústrias tem ficado cada vez maior.  É muito grande o potencial de aprimorar a eficiência dos processos, elevar a durabilidade dos equipamentos e assim reduzir custos.

Falhas em equipamentos podem gerar grandes prejuízos ao processo produtivo, até paralisando a produção. Muitas das empresas hoje baseiam suas operações em manutenções corretivas, que normalmente não são planejadas e ocorrem depois que o problema já ocorreu.

Por outro lado, uma boa gestão de manutenção trabalha para evitar que essas paradas ocorram. Assim, a equipe deixa de apenas “apagar incêndios” e passa a trabalhar de forma preventiva, economizando tempo e esforços.

Porque investir nessa gestão?

Ao passo que as soluções direcionadas para a indústria avançam, é importante garantir que o investimento na gestão de manutenção acompanhe esse passo. Essas novas tecnologias surgem para contribuir para uma manutenção mais preditiva e preventiva. Assim, estão plenamente em consonância com as boas práticas adotadas pela gestão de manutenção.

Além disso, é importante lembrar que essa nova abordagem, ainda incipiente no país, tem se tornado um diferencial para as empresas de diversos segmentos. Dessa forma, especialmente quando falamos de eficiência de produção. 

As novas soluções são capazes de gerar insights e registrar informações importantes que podem contribuir para uma gestão muito mais eficiente, reduzindo pausadas causadas por falhas de maquinários e erros humanos, gerando mais capacidade de execução de métodos “just in time”, além da garantia de poder otimizar custos.

Conheça alguns benefícios!

Nesse cenário, investir em gestão de manutenção pode proporcionar mais:

  • eficiência no trabalho: a empresa tem mais condições de organizar suas intervenções, com processos mais bem estruturados e ações mais efetivas, sem perder tempo ou recursos;
  • previsão para a realização de tarefas: as tecnologias permitem prever as atividades, agendando as tarefas em equipamentos com maior antecedência de modo a não atrapalhar a produção ou o funcionamento da indústria;
  • conformidade legal: o respeito às normas é alçado por diversos modos, tanto pelo seguimento das regulamentações de segurança em cada revisão, quanto pela organização dos documentos para respaldar a empresa.
  • mais segurança: com equipamentos e estruturas em pleno funcionamento e bom desempenho, é mais fácil garantir que o ambiente e as ferramentas sejam seguros para as equipes;

Convencido da importância de investir em gestão de manutenção? Trata-se de um setor em ascendência que precisa ser levado a sério pelas empresas, especialmente na indústria tão dependente de seu maquinário para operar.

Com o Manusis 4.0 você conta com uma ferramenta completa para a sua gestão de manutenção. para saber mais solicite uma demonstração e conheça a solução na prática!