Gestão de Facilities

O que é e para que serve o PMOC?

PMOC é a sigla para Plano de Manutenção Operação e Controle, portaria estabelecida pelo Ministério da Saúde em 1998 que busca garantir a qualidade do ar, preservar a saúde das pessoas em ambientes climatizados, e extinguir a chamada Síndrome do Edifício Doente.
O PMOC deve conter a identificação do estabelecimento que possui ambientes climatizados, a descrição das atividades a serem desenvolvidas, a periodicidade das mesmas, as recomendações a serem adotadas em situações de falha do equipamento e de emergência para garantia de segurança do sistema de climatização. Além disso, deve especificar o engenheiro ou técnico responsável por essas funções, que deve possuir habilitação para emitir a Anotação de Responsabilidade Técnica (ART) dos serviços realizados.
O MANUSIS FACILITIES, software especialista em Gestão de Facilities, permite a realização do PMOC dos sistemas de ar condicionado nas instalações da sua empresa. CLIQUE AQUI e conheça.  

Benefícios da Gestão de Facilities para a sua empresa

28Em um mercado competitivo e dinâmico, as empresas buscam constantemente novas técnicas de gerenciamento para atingir excelência operacional e um alto nível de desempenho frente a seus concorrentes.
Em busca de diferenciais percebidos pelo mercado, as empresas provocam mudanças na forma de gerir seus negócios, lançando mão da modalidade gestão de facilities, que tem o intuito de manter os ambientes funcionais e com qualidade para seus usuários.
Com tecnologia, os insumos certos e um bom nível de informação, seja interna ou externa, a gestão de facilities traz ganhos para empresas dos mais diversos segmentos.

TECNOLOGIA + INSUMOS + INFORMAÇÃO = GESTÃO DE FACILITIES

A variedade de serviços prestados pela gestão de facilities é frequentemente dividida em serviços ao cliente, de gestão energética e sustentabilidade, de engenharia e operações de edifícios e serviços gerais de facilidade.
Em serviços aos cliente, temos por exemplo, o suporte interno as áreas da empresa que facilitam a realização de suas atividades principais. Os serviços de gestão energética se destinam a gerir os consumos de energia e água, por exemplo, com objetivos de redução de custo e políticas ambientais.
Engenharia e operações de edifício incluem serviços de conservação de espaços e equipamentos da empresa. Projetos técnicos e construções em geral, manutenções preventivas, reparos, limpeza, e segurança são outros exemplos destes serviços.
De acordo com a estratégia de sua empresa, você poderá optar por utilizar um ou mais destes serviços de facilities. E para auxiliar sua empresa em focar nas atividades ligadas diretamente ao seu negócio, utilize uma solução tecnológica que viabilize o bom funcionamento de suas instalações e garanta que seus ativos sejam preservados.
Por meio de uma boa ferramenta, como o MANUSIS Facilities, você tem garantia que as atividades mais periféricas aconteçam com regularidade e qualidade. CLIQUE AQUI e saiba mais.

Gestão de Facilities automatizada: por que investir?

A Gestão de Facilities tem como finalidade tornar os processos de manutenção predial eficientes nas empresas. Descubra se sua organização precisa investir nessa metodologia!
Se dentro em uma sala de aula ocorrer um problema de áudio ou iluminação, o professor não consegue prosseguir com um ensino de qualidade. Caso o quarto de um hospital esteja com problemas hidráulicos no banheiro, o paciente será prejudicado. Caso  sua empresa fique o dia inteiro sem energia, qual o impacto na produtividade das pessoas?
Estes são exemplos isolados e pontuais. Agora, imagine o potencial de possíveis problemas decorrentes de falhas na limpeza, manutenção e elétrica, entre outros contratempos, se considerarmos 10, 20, 30 andares de uma grande empresa, hospital, hotel ou universidade.
O desafio não é simples. Quanto maior for a empresa, mais complexos e volumosos são os problemas a serem resolvidos, independente do ramo de atividade.
Por isso fazer um bom planejamento na gestão de facilities sem dúvida garante excelentes resultados. E como fazer para manter em pleno funcionamento as atividades que não são prioritárias da empresa, no entanto fundamentais para a execução das demais?
No mundo ideal, a estruturação de uma área de facilities dentro de cada corporação, com processo automatizados e monitorados constantemente, seria o segredo para resolver essa equação de forma ágil e sem comprometer a produtividade de outras áreas. A metodologia tem como finalidade tornar os processos de manutenção predial eficientes nas empresas. 
Com o apoio de um software voltado especificamente à manutenção de facilities, é possível ter maior eficiência e dinamismo no atendimento diários aos serviços e manutenção predial.
Otimize a gestão de facilities da sua empresa com o uso da tecnologia. CLIQUE AQUI e conheça o MANUSIS Facilities, um sistema especialista em Gestão de Facilities, que permite o gerenciamento de serviços relacionados à manutenção de serviços e instalações de modo ágil e intuitivo.

Gestão de Facilities torna shopping centers mais inteligentes

No Brasil, o mercado de shoppings centers avança a passos largos. Em 2016 o setor faturou R$157,9 bilhões nos mais de 500 empreendimentos do país, resultando no crescimento de 4,3%. Já para 2017, o setor prevê aumento de 5% nas vendas feitas pelos estabelecimentos e 30 novos negócios no país em 13 cidades que receberão o primeiro shopping.
Nesse contexto de expansão, o papel da gestão de ativos é fundamental para a competitividade e a rentabilidade das operações. A percepção dos administradores de shoppings sobre a importância da manutenção dos ativos é o grande divisor de águas no segmento, demonstrando que os grupos empresariais estão lançando mão de ferramentas de software para melhor gerir seus bens mais valiosos.
A imagem do shopping tem relação direta com a gestão de seus ativos e deve ser cuidada com a total atenção. Um local que passe a impressão de segurança, conforto e bom atendimento será melhor avaliado e mais frequentado.
Com essa demanda crescente por qualidade, aliada ao grande número de ativos, funcionários e ações, não é mais possível tabelar e organizar o trabalho apenas em planilhas de Excel. É necessário a adoção de softwares específicos para a gestão de ativos com foco em prevenção.
Com o auxílio de um software como o MANUSIS Facilities, a manutenção deve atuar com um plano de manutenção preventiva e um plano de inspeções/auditorias, realizando todas as manutenções preventivas, trocando peças de desgaste, inspecionando equipamentos e, principalmente, analisando tendências e indicadores de manutenção como tempo médio entre falhas (MTBF), disponibilidade de equipamento e avaliação de qualidade dos serviços prestados com total domínio sobre as informações para a tomada ágil de decisões.
Ou seja, a velha cultura do quebra-conserta precisa ser rompida rapidamente, principalmente pela rápida ascensão da concorrência entre os empreendimentos. Quem estiver melhor preparado, leva a melhor fatia de clientes.
Leia também no blog da WERT Solutions: as vantagens de um sistema especialista para a Gestão de Manutenção de Ativos.

Escalabilidade: o que é e quais suas vantagens?

Você sabe o que é escalabilidade de software? O conceito se aplica a sistemas flexíveis, capazes de se adaptar às necessidades do seu negócio. Entenda!
Escalabilidade é a capacidade de aumentar a capacidade de um software ou do seu uso sem, no entanto, ter que pagar mais por isso. Quando falamos da escalabilidade de um software, estamos falando sobre ter um código e uma arquitetura que é de fácil manutenção, de aumentar suas funcionalidades, de várias pessoas poderem trabalhar nele.
Podemos, ainda, usar o termo para indicar que o software pode ser usado por uma grande quantidade de usuários (clientes). Serviços em nuvem inovadores, como o MANUSIS 4.0 e o MANUSIS FACILITIES, são escaláveis, ou seja,  permitem que vários usuários prestem atendimento a vários clientes em uma mesma plataforma.
As soluções ficam armazenadas em data centers extremamente seguros (Amazon Web Services) e podem ser acessadas de qualquer lugar com acesso à internet, além de a implementação ser muito rápida e permitir aumentar e diminuir o número de pontos de atendimento de acordo com a demanda da sua empresa.
Vale lembrar ainda que, como hoje muitas empresas têm presença global, soluções em nuvem armazenam dados sobre todos os funcionários e informações, não importa onde estejam, permitindo a comunicação em tempo real e sem custos extras.
Outra vantagem é que não há nada que o usuário precise comprar separadamente quando contrata um sistema em nuvem. As atualizações são feitas periodicamente e o serviço não precisa ser interrompido para que isso aconteça.
Em um mercado como os de Gestão de Manutenção ou Gestão de Facilities, que exigem a resolução de questões com agilidade e precisão, é imprescindível que as empresas invistam em inovação.
A evolução tecnológica é constante e traz novas opções para facilitar a vida das empresas. Para se manter competitivo e conquistar melhores resultados, é preciso olhar ao redor e apostar em inovação.
Leia também no blog da WERT SOLUTIONS: as vantagens da Internet das Coisas para os processos de Gestão da Manutenção.

O que é a Gestão de Facilities e como ela influencia cada setor da sua empresa

A Gestão de Facilities ou Gestão de Facilidades é a combinação otimizada de esforços que visam facilitar as atividades de todas as áreas de uma organização por meio da integração de pessoas, locais, processos e tecnologia.
Entre atividades coordenadas por essa área, estão a manutenção elétrica, hidráulica e civil, a segurança, a limpeza, os serviços de transporte, o fluxo de documentos e muito mais. O principal objetivo é garantir economia, eficácia e sustentabilidade das organizações.
Indústrias mais maduras e com forte apelo tecnológico, como é o caso da automobilística, investem há muito tempo na Gestão de Facilities, voltando sua atenção não só para seus produtos em si, mas também para o aperfeiçoamento de seus processos internos.
No entanto, estima-se que este seja um mercado que cresce à taxa de 9% ao ano, em todo o mundo. No Brasil, fontes do setor estimam um tamanho da ordem de R$ 100 bilhões.
Conheças as atividades ligadas à área:
Serviços ao cliente
Os serviços ao cliente são os serviços de suporte interno aos departamentos e colaboradores de uma organização (clientes internos), que se destinam a facilitar a realização das suas atividades principais e a garantir seu bem-estar no ambiente de trabalho. Aqui, estão atividades como fornecimento de alimentação, mensageria e gestão da segurança.
Serviços de Gestão Energética
Os serviços de gestão energética destinam-se a gerir os consumos de energia e água da organização, com o objetivo de reduzir custos e contribuir para a política de sustentabilidade ambiental da empresa. Reuso de água, sistemas de iluminação e refrigeração são algumas dessas atividades.
Serviços de Engenharia
Os serviços de engenharia incluem normalmente os serviços rígidos (hard services) na área da manutenção técnica das instalações e a realização de projetos técnicos. Entre eles, a manutenção nas redes e cabines de alta tensão, projetos e construção de infraestrutura, etc.
Serviços de Operações de Edificações
Os serviços de operações de edificações incluem os serviços macios (soft services) de conservação dos espaços e equipamentos da organização. Entre eles estão a manutenção preventiva e pequenas reparações, a limpeza dos espaços, a segurança e o serviço de mudanças.
Desenvolvido para atender essas demandas, o MANUSIS FACILITIES permite a gestão integrada de um conjunto de serviços em uma única plataforma, além do controle de todos os processos envolvidos. Clique aqui e conheça.

pt_BRPortuguês do Brasil
pt_PTPortuguês pt_BRPortuguês do Brasil