Gestão de manutenção e Ativos: Estratégia para maximizar a eficiência na sua organização

Gestão de manutenção e Ativos: Estratégia para maximizar a eficiência na sua organização

O desempenho dos processos industriais está em grande parte relacionado à qualidade da gestão da manutenção. Quedas de performance nos equipamentos podem acarretar atrasos, elevação nos custos de produção e até perda de competitividade no mercado. Por isso, é fundamental buscar uma estratégia para aumentar a eficiência na manutenção de ativos.

Neste artigo você vai entender na prática como as soluções do MANUSIS trouxeram maior eficiência a diferentes empresas por meio de estratégias inteligentes e bem-sucedidas.

A mobilidade como estratégia para aumentar a eficiência na manutenção de ativos

Segundo um estudo encomendado pela Samsung e realizado pela Oxford Economics, 80% dos participantes afirmaram que seus colaboradores não conseguem ser eficientes sem seus smartphones. Três quartos deles afirmaram que os dispositivos móveis são essenciais para o fluxo de trabalho em seus negócios.

Em muitas empresas, a mobilidade é vital para a organização do trabalho. Por que a gestão de manutenção não pode tirar proveito desse recurso? Os smartphones e tablets facilitam a gestão de ordens de serviço, controle e obtenção de indicadores e gerenciamento de informações.

Em um de nossos projetos, uma rede de hospitais de referência gerava mais de 1.500 ordens de manutenção por mês anexadas a outros documentos a fim de informar dados suficientes para execução das atividades dos mantenedores. Eram mais de 7.000 folhas de papel impressas todo mês, com mais de 100 impressoras espalhadas pelas instalações para que a informação chegasse às mãos dos seus técnicos de manutenção.

Para isso, era necessário manter uma equipe de 5 pessoas dedicadas a digitar os dados escritos nas OMs em um sistema de forma a ter informações para tomada decisões. A questão era que, mesmo com todo esse processo, a tomada decisões ainda não existia, pois quando a informação era inserida no sistema, já havia passado de 15 a 20 dias.

Com o Manusis 4.0, os processos de manutenção foram digitalizados. Com isso, os resultados foram surpreendentes:

  • 100% das ordens de manutenção são digitais e processados pelo Manusis Mobile
  • com a funcionalidade de Programação em Tempo Real, usa-se 2/3 do tempo anterior para receber uma ordem e estar no local de execução;
  • a produtividade da equipe de manutenção aumentou em 10%;
  • o ciclo de vida das ordens de manutenção caiu pela metade.

O papel da Industrial Internet of Things na gestão da manutenção

Com a Internet das Coisas, todos os equipamentos e ativos da empresa podem ser conectados a um sistema de gerenciamento para fazer um monitoramento continuado e preciso.

Há mais de 10 anos, uma das maiores empresas mundiais de construção de máquinas pesadas utiliza o Manusis. Há pouco mais de 2 anos, iniciamos um projeto de IIoT — Industrial Internet of Things —, conectando suas principais máquinas ao Manusis.

Esse projeto permitiu o monitoramento em tempo real de seus ativos, detectando falhas, ponto de preditiva e contadores. Ao integrar máquina e software, foi possível implementar conceitos profundos de manutenção pautados em condição e manutenção baseada em tempo, extraindo o máximo da disponibilidade de seus ativos.

Na prática, a própria máquina emite um alerta ao software sobre a existência de uma falha, e o sistema dispara automaticamente uma ordem de manutenção, direcionando para o Manusis Mobile do responsável pela máquina. Esse processo automático reduz o tempo de resposta em mais de 40%.

A eficiência trazida pelo Machine Ledger Digital

O Machine Ledger é um documento com um registro completo sobre o histórico de todos os componentes de um equipamento. Esse gerenciamento é trabalhoso e demorado.

Por exemplo, em um de nossos projetos no segmento automobilístico, o técnico de manutenção tinha que imprimir páginas e páginas de checklist, ir à linha de montagem para executar as atividades do checklist, registrar todos os pontos, voltar ao computador para registrar esse histórico de informações, imprimir um relatório final e voltar a cada máquina para registrar os apontamentos do seu checklist no prontuário (machine ledger) de cada equipamento. Esse processo que levava em média 8 horas para uma linha com 20 ativos principais.

Adicionando o Manusis à essa equação, todo esse processo foi digitalizado, e o tempo médio para execução caiu para 3 horas e meia com a utilização do módulo de Machine Ledger Digital.

Como você pôde perceber, em todos esses casos a adoção de tecnologias inteligentes de monitoramento, de gestão e de automação são essenciais. São a principal estratégia para aumentar a eficiência na manutenção de ativos.

Leve essa eficiência para a sua gestão de manutenção! Experimente gratuitamente o Manusis 4.0 agora mesmo!

pt_BRPortuguês do Brasil
en_USEnglish pt_PTPortuguês pt_BRPortuguês do Brasil