Gastos mundiais com IoT podem chegar a 800 milhões em 2017, prevê IDC

Gastos mundiais com IoT podem chegar a 800 milhões em 2017, prevê IDC

De acordo com dados atualizados da IDC, empresa líder em inteligência de mercado e consultoria na área de tecnologia, os gastos mundiais em Internet das Coisas (IoT) pode chegar a 800 milhões em 2017, um crescimento de 16,7% em relação a 2016. Até 2021, os gastos em todo o mundo com hardware, software, serviços e conectividade para IoT deverão chegar a US$ 1,4 trilhão.
Ainda segundo a empresa, o verdadeiro valor de IoT está nos softwares e serviços que atuam em conjunto com os dispositivos para permitir a interpretação dos dados capturados e quais as ações a serem tomadas. A discussão já não é mais sobre os sensores conectados, mas sim nas soluções que podem trazer insights que geram valor ao negócio.
O estudo prevê também que os setores que mais irão investir em IoT neste ano serão manufatura (US$ 183 bilhões), transporte (US$ 85 bilhões) e utilities (US$ 66 bilhões). O mercado consumidor será o quarto maior, com US$ 62 bilhões, e deve crescer a 19,4% no ano a ano, alcançando o terceiro lugar em 2021.
O caso de uso com maiores gastos em 2017 será o de operações de fabricação, com US$ 105 bilhões. Tecnologias para redes inteligentes de energia elétrica, saneamento básico e gás (US$ 56 bilhões) e transporte de cargas (US$ 50 bilhões), vêm em seguida. A Gestão de Ativos (US$ 45 bilhões) e tecnologias para cidades inteligentes (US$ 40 bilhões) complementam o ranking.
Leia também no blog da WERT SOLUTIONS: 81% dos brasileiros acreditam que utilizarão IoT no trabalho em 5 anos.

pt_BRPortuguês do Brasil
pt_PTPortuguês pt_BRPortuguês do Brasil