Como tomar decisões de forma ágil e eficiente, com base em dados da gestão de manutenção

Como tomar decisões de forma ágil e eficiente, com base em dados da gestão de manutenção

Já foi época em que os negócios eram conduzidos pelo instinto ou intuição. Em todos segmentos, os gestores, cada vez mais, buscam formas de agregar números aos seus processos a fim de medir seu nível de eficiência operacional e assim fazer ajustes para aprimorar suas atividades. E isso não é diferente na gestão de manutenção.

O gestor tem hoje uma série de ferramentas que o possibilita gerar dados, normalmente mensuráveis. Esses registros formam um insumo valioso que norteia a tomada de decisões de modo a elevar substancialmente a qualidade dos processos do setor.

Por isso, neste post, você entenderá melhor como funciona essa dinâmica. Como a gestão de manutenção pode gerar dados que se tornam a base para ações estratégicas? É o que você vai descobrir a seguir!

Gerando dados com a gestão de manutenção

A gestão de manutenção ajuda a prevenir, evitar, reverter e corrigir problemas em máquinas e equipamentos. Como? Por meio de dados. O setor conta com uma extensa base de dados, que inclui pelo menos 11 pontos chaves importantes para a geração de relatórios de gestão:

  • cadastro de todas as máquinas da empresa;
  • recomendações de segurança no trabalho dos mantenedores;
  • instruções de como realizar as manutenções preventivas de cada máquina;
  • plano mestre de manutenção;
  • ordens de manutenção;
  • dados coletados pela mão de obra que efetua as manutenções;
  • mão de obra disponível;
  • registros de medições;
  • coleta de dados do material utilizado;
  • material aplicado à manutenção;
  • perda de produção e indisponibilidades.

Os dados levantados pela gestão de manutenção vão levar a ações que aumentam a produtividade do setor e, consequentemente, os resultados da empresa.

Os dados gerando ações

Com base nos dados levantados, podemos revelar respostas a perguntas importantes, tais como:

  • Quantas interrupções ocorreram na produção, e quais foram as causas?
  • De quanto em quanto tempo um equipamento exige manutenções?
  • Será que os gastos com manutenção de um determinado equipamento podem justificar sua substituição, ou ainda vale a pena consertá-lo?
  • Quantas horas de trabalho de manutenção determinada máquina exige?
  • Que departamento mais demanda manutenção? Qual será o motivo?
  • Qual o custo/hora de parada de um ativo crítico à organização?
  • Com base nos dados históricos de um ativo com seu LCC (Life Cycle Cost) e seu ROI (Return of Investment)?

Veja por exemplo como o histórico de manutenção de um equipamento pode ajudar a tomar decisões e definir planos de manutenção.  Esse tipo de registro detalha informações sobre:

  • hora e data da manutenção;
  • tipo de falha;
  • possíveis motivos do problema;
  • troca de peças;
  • funcionário que operava a máquina na hora do defeito;
  • funcionário responsável pela manutenção;
  • custos da manutenção.

Com base nessas informações, a gestão de manutenção pode:

  • montar um calendário de manutenções preventivas;
  • prever quando será preciso substituir os equipamentos;
  • prevenir pausas na produção devido a falhas de equipamentos;
  • avaliar com maior precisão a qualidade das máquinas;
  • definir planos de ação;
  • revelar a necessidade de investir em treinamentos para funcionários;
  • revelar a necessidade de trocar de fornecedores.

Nesse ponto, conseguimos compreender bem a importância de manter as informações sempre acessíveis e bem organizadas. Sistemas de gestão de manutenção e ativos são capazes de auxiliar os gestores em organizações tradicionais, contribuindo para a aplicação de indicadores mais precisos, completos e fáceis de analisar.

Agora, imagine as organizações que buscam a aplicação de conceitos da Manufatura 4.0, podendo ter essas informações e análises em tempo real? Fique atento às nossas newsletters, em breve, falaremos mais sobre esse tema!

Gostou das nossas dicas? Então, assine nossa newsletter e receba nossos conteúdos sempre que postarmos novos artigos aqui no blog!

pt_BRPortuguês do Brasil
pt_PTPortuguês pt_BRPortuguês do Brasil