Destaques

O que é a Gestão de Facilities e como ela influencia cada setor da sua empresa

A Gestão de Facilities ou Gestão de Facilidades é a combinação otimizada de esforços que visam facilitar as atividades de todas as áreas de uma organização por meio da integração de pessoas, locais, processos e tecnologia.
Entre atividades coordenadas por essa área, estão a manutenção elétrica, hidráulica e civil, a segurança, a limpeza, os serviços de transporte, o fluxo de documentos e muito mais. O principal objetivo é garantir economia, eficácia e sustentabilidade das organizações.
Indústrias mais maduras e com forte apelo tecnológico, como é o caso da automobilística, investem há muito tempo na Gestão de Facilities, voltando sua atenção não só para seus produtos em si, mas também para o aperfeiçoamento de seus processos internos.
No entanto, estima-se que este seja um mercado que cresce à taxa de 9% ao ano, em todo o mundo. No Brasil, fontes do setor estimam um tamanho da ordem de R$ 100 bilhões.
Conheças as atividades ligadas à área:
Serviços ao cliente
Os serviços ao cliente são os serviços de suporte interno aos departamentos e colaboradores de uma organização (clientes internos), que se destinam a facilitar a realização das suas atividades principais e a garantir seu bem-estar no ambiente de trabalho. Aqui, estão atividades como fornecimento de alimentação, mensageria e gestão da segurança.
Serviços de Gestão Energética
Os serviços de gestão energética destinam-se a gerir os consumos de energia e água da organização, com o objetivo de reduzir custos e contribuir para a política de sustentabilidade ambiental da empresa. Reuso de água, sistemas de iluminação e refrigeração são algumas dessas atividades.
Serviços de Engenharia
Os serviços de engenharia incluem normalmente os serviços rígidos (hard services) na área da manutenção técnica das instalações e a realização de projetos técnicos. Entre eles, a manutenção nas redes e cabines de alta tensão, projetos e construção de infraestrutura, etc.
Serviços de Operações de Edificações
Os serviços de operações de edificações incluem os serviços macios (soft services) de conservação dos espaços e equipamentos da organização. Entre eles estão a manutenção preventiva e pequenas reparações, a limpeza dos espaços, a segurança e o serviço de mudanças.
Desenvolvido para atender essas demandas, o MANUSIS FACILITIES permite a gestão integrada de um conjunto de serviços em uma única plataforma, além do controle de todos os processos envolvidos. Clique aqui e conheça.

As vantagens da ISO 55000 para o processo de Gestão de Ativos da sua empresa

Um ativo é qualquer objeto tangível ou intangível pertencente a uma empresa, como equipamentos, um prédio, as instalações e até mesmo a frota de veículos. Ao criar estratégias para a manutenção de seus ativos, organizações garantem melhores índices de produtividade e redução de custos aos negócios. Assim, a Gestão de Manutenção e Ativos tem recebido cada vez mais atenção dentro das empresas.
Nesse contexto, a família de normas ISO 55000 surge como um modelo de referência para os gestores estabelecendo orientações para a implementação de um sistema de gestão de ativos integrado e efetivo nas organizações.
Entre os benefícios da ISO 55000 para indústrias dos mais diversos setores, podemos citar:

  • Melhor gerenciamento de risco;
  • Rastreabilidade dos ativos;
  • Otimização do uso dos ativos em todo seu ciclo de vida;
  • Aumento da disponibilidade dos ativos;
  • Redução dos custos em reparos e aumento de produtividade;
  • Melhoria do planejamento das ações sob os ativos;
  • Reputação corporativa melhorada devido ao aumento de valor para as partes interessadas, melhor negociabilidade para produtos e serviços, alcance e superação das expectativas dos clientes;
  • Qualidade dos serviços prestados aos clientes;
  • Maximização dos resultados da empresa;
  • Segurança e conformidade com as regulamen15tações;
  • Cumprimento com a Responsabilidade Social e Corporativa;
  • Melhoria da sustentabilidade organizacional.

MANUSIS 4.0, software especialista de Gestão de Manutenção e Ativos desenvolvido pela WERT SOLUTIONS, atende aos principais requisitos da ISO 55.000 e coloca sua empresa em conformidade com as normas.
Clique aqui e saiba tudo sobre o produto.

Vantagens da Internet das Coisas para os processos de Gestão da Manutenção

O termo Internet das Coisas ou Internet of Things (IoT) diz respeito a objetos exclusivamente identificáveis (coisas) e suas representações virtuais em uma estrutura de internet.
No contexto industrial, o conceito está relacionado à capacidade de utilizar a rede de internet atual para conectar equipamentos e pessoas, promovendo uma eficaz troca de informações, automatização de ações e análise de dados.
No contexto da manutenção de ativos, o conceito da Internet das Coisas vem sendo cada vez mais difundido e aplicado, pois permite grande controle das ações de manutenção preditiva e corretiva, diminuindo os espaços de tempo entre manutenções e evitando paradas inesperadas.
Mais que isso, possibilita que os gestores consigam antecipar com rapidez e efetividade fatores como desgaste de componentes, eventos, coleta de horas trabalhadas, itens produzidos, movimentação de itens, entre outras diversas informações úteis na estratégia.
A crise econômica brasileira tem levado muitas empresas a reduzir seus investimentos em maquinários. Nesse contexto, a gestão da manutenção associada às tecnologias oferecidas pela Internet das Coisas se torna uma ferramenta imprescindível para garantir o bom funcionamento dos equipamentos e estruturas até que haja um reaquecimento da economia.
Além disso, torna-se um fator de competitividade, uma vez que, em um mercado cada vez mais disputado, diferenciam-se as empresas que investem em otimização dos processos e soluções inovadoras para reduzir custos, aumentar a produtividade e o tempo de vida útil de seus equipamentos.
O conceito da Internet das Coisas é amplo e pode ser aplicado em inúmeros segmentos como segurança, agricultura, varejo, automobilístico, entre outros. No setor da infraestrutura urbana, por exemplo, pode-se controlar redes de energia elétrica, água e saneamento com a captura de informações e avaliações sobre o desemprenho de cada ponto em tempo real, obtendo indicações de manutenção preventiva em focos de prováveis problemas.
Inúmeras são as possibilidades, porém, para explorá-las ao máximo, é preciso ter em mente que as máquinas por si só não fazem nada: todo o trabalho só é possível por meio da análise de dados.
Invista em tecnologia e garanta retorno: conheça o MANUSIS 4.0, software especialista de Gestão e Manutenção de Ativos com aplicativo mobile e 100% online, ou seja, operado totalmente pela internet. Clique aqui.

Wert Solutions é tema de artigo publicado por especialista da área de tecnologia

Recentemente, a Wert Solutions foi o tema de artigo publicado no LinkedIn pelo especialista e um dos profissionais mais reconhecidos do mundo no mercado de inbound marketing e soluções de CRM, Silvio P. Ramos.
Fundador da NewVantage Partners e ex-presidente da Harte-Hanks do Brasil, Ramos afirma no texto que, após uma visita presencial à Wert, ficou “muito bem impressionado com o nível de qualidade nas áreas de desenvolvimento e suporte dos aplicativos sendo trabalhados”. E destaca também o Manusis 4.0 como a ferramenta de manutenção de ativos com maior valor agregado no mercado mundial.
Para ler o artigo completo, clique aqui.

Wert Solutions marca presença no IoT Business Forum 2017

O CEO da Wert Solutions, Rodrigo Rotondo, é um dos palestrantes convidados do IoT Business Forum 2017. A palestra abordará o tema “IoT na Manutenção e Gerenciamento de Ativos”.
O evento será realizado no dia 29 de junho, em São Paulo, e pretende discutir os desafios e mostrar soluções e cases que mostram a viabilidade da adoção de IoT nas empresas brasileiras.
Os painéis de discussão e palestras de negócios contarão com palestrantes exclusivamente escolhidos por sua capacidade de trazer perspectiva e percepção para aumentar o conhecimento, estimular o networking, e apresentar novas perspectivas de negócios aos participantes.

O conceito de IoT – Internet das Coisas no contexto empresarial
Cada objeto é um potencial ponto de negócios ou de contato com seu consumidor. Eles podem informar exatamente onde, quando e como um produto está sendo consumido ou usado, ajudando as empresas nos processos de design, marketing, pesquisa de mercado e na cadeia de produção e abastecimento do mercado.
Bilhões de sensores, rastreadoras e dispositivos inteligentes e conectados à Internet estão sendo instalados em fábricas, escritórios, automóveis, hospitais, aeroportos, shopping centers, hotéis, lojas, fazendas, espaços públicos, residências de consumidores, etc. Tais equipamentos geram informações para plataformas analíticas, para análise e tomada de decisão em tempo real.
Para isso, os dados de sensores e dispositivos remotos precisam estar combinados com um ou mais sistemas, incluindo CRMs, ERPs, WMS, billing, atendimento ao cliente e outras aplicações para ativar automaticamente notificações ou processos de negócios completos e fornecer um painel abrangente de todas as informações relevantes para os negócios.
Assim, muitas empresas estão buscando entender a relevância na adoção de soluções baseadas em Internet das Coisas e em experiências relevantes que possam proporcionar diferencial de mercado, redução de custos, melhoria no time to market e inciativas inovadoras que tragam impacto para os negócios.

Wert e Castrolanda: uma parceria de sucesso

Com foco na melhoria dos processos da área de Gestão e Manutenção de Ativos, a Wert Solutions e a Castrolanda Cooperativa Agroindustrial mantém há mais de 6 anos uma parceria que tem como principal objetivo a implementação de procedimentos de classe mundial em todas as unidades produtivas da organização.
A Castrolanda utiliza o Manusis 4.0, sistema desenvolvido pela Wert, em sua unidade agrícola para realizar o controle da gestão da manutenção de seus ativos.
Os processos contínuos de mudanças desenvolvido pelas empresas, em busca de melhorias e metas cada vez mais desafiadoras, vem, cada vez mais, conquistando reconhecimento como um case de sucesso e benchmarking no mercado.

A Manutenção no Contexto da Manufatura de Classe Mundial (WCM)

O World Class Manufacturing (WCM) é uma metodologia da Gestão e Manutenção de Ativos muito eficaz na eliminação de perdas e vem ganhando cada vez mais espaço nas organizações que buscam estratégias para obter um nível de excelência em seus negócios.
A metodologia WCM se baseia na difusão de seus conceitos por meio da estratificação de áreas. São 10 pilares técnicos e, para cada pilar, há 7 passos para implementação da metodologia. Conheça-os:

  1. Segurança: propõe a melhoria contínua do ambiente de trabalho e a eliminação das condições que podem gerar situações de risco ou acidentes.
  2. Cost Deployment (desdobramento de custos): tem por objetivo inovar os sistemas de Administração e Controle das fábricas, introduzindo uma estreita correlação entre a identificação das áreas a serem melhoradas e os resultados de melhoria de desempenho, medidos por meio de KPIs;
  3. Manutenção Autônoma: tarefas que têm como objetivo prevenir quebras na máquina, quando estas ocorrem devido às falhas de manutenção de suas condições básicas.
  4. Manutenção Profissional: compreende todas as rotinas relacionadas à construção de um sistema de manutenção capaz de reduzir a zero as quebras e as pequenas paradas das máquinas e equipamentos. O principal objetivo é reduzir custos por meio da utilização de práticas de manutenção baseadas na Manutenção Preditiva e Manutenção Corretiva.
  5. Controle da Qualidade: propõe a obtenção de produtos com zero defeito e desenvolvimento de qualidade nos processos internos através da análise cuidadosa de capacidade e controle apropriado de cada etapa da produção.
  6. Logística: atividades de movimentação e armazenagem, que facilitam o fluxo de produtos, desde o ponto de aquisição da matéria-prima até o ponto final. O objetivo é oferecer níveis de serviço aos clientes a um custo razoável, garantindo entrega correta, no momento correto, na quantidade correta.
  7. Gestão Preventiva de Equipamentos: tem por objetivo atingir custos reduzidos do ciclo de vida dos equipamentos, equipamentos confiáveis, de fácil manutenção, acessíveis, de fácil inspeção e limpeza, de baixo barulho/rumor; ciclos de Manutenção Preventiva definidos na fase de projeto, e economicamente sustentados, com setup e reinício rápido e qualidade elevada do produto;
  8. Desenvolvimento de Pessoas: tem o objetivo de instituir na fábrica um sistema de desenvolvimento das competências das pessoas, identificando os motivos que as levam a cometer erros e possíveis acidentes. Este pilar é considerado como um fator chave de competitividade para a excelência.
  9. Meio Ambiente: conscientização e estão dos aspectos e impactos ambientais relativos às atividades realizadas.
  10. Melhoria focada: dedicado as grandes perdas resultantes do Cost Deployment . São propostas focadas na solução de temas específicos com o objetivo de se obter resultados a curto prazo, com um benefício elevado em termos de redução de custos devido às perdas e os desperdícios.

O Manusis 4.0, sistema de Gestão e Manutenção de Ativos desenvolvido pela Wert Solutions, possui pacotes de módulos específicos para atendimento às práticas do WCM, tais como Machine Ledger, Manutenção Autônoma, OEE e SOP. Entre em contato conosco e solicite uma versão de avaliação do software.

PAS 55 e ISO 55000: as melhores Práticas da Gestão e Manutenção de Ativos

O principal objetivo da Gestão e Manutenção de Ativos é assegurar a disponibilidade dos ativos para que o processo de produção ou prestação de serviços seja cumprido com segurança, sustentabilidade e custos adequados.
Como qualquer atividade, a Gestão de Ativos se baseia na aplicação das melhores práticas, ou seja, aquelas que, comprovadamente, remetem aos melhores resultados.
Para tanto, faz-se necessário um Sistema de Gestão de Ativos que disponibilize ferramentas para atingir esse objetivo.
Um Sistema de Gestão de Ativos para uma empresa é vital pois é a performance dos ativos que permitirá a empresa entregar seus produtos e/ou serviços dentro de padrões de qualidade, gerando riqueza e agregando valor ao seu cliente.
No Brasil, a Associação Brasileira de Manutenção (Abraman) é a entidade responsável pela publicação em português de padrões de especificação que estabelecem os requisitos para se verificar um sistema eficiente de gestão de ativos.
O documento com as especificações internacionais para gerenciamento de ativos recebe o nome de PAS 55. Organizado em 28 pontos, visa estabelecer uma gestão abrangente e aperfeiçoar o sistema de gestão para todos os tipos de ativos físicos das empresas.
Estas definições estão coerentes com a Norma Internacional ISO 55.000, que trata da definição de Ativos, Gestão de Ativos e Sistema de Gestão de Ativos no sentido mais amplo, bem como os termos e definições usadas nesta área.
Os quatros princípios de Gestão de Ativos descritos na ISO 55.000 são:
– Ativos existem para fornecer valor para a organização e partes interessadas;
– A Gestão de Ativos transforma a intenção estratégica em tarefas, decisões, atividades técnicas e financeiras;
– Liderança e cultura do local de trabalho são determinantes para a percepção de valor;
– A Gestão de Ativos fornece garantia de que os ativos vão cumprir e desempenhar a sua função.
O Manusis 4.0, software especialista de Gestão de Manutenção e Ativos desenvolvido pela WERT SOLUTIONS, atende aos principais requisitos da PAS 55 e ISO 55.000. Clique aqui e saiba tudo sobre o produto.

Wert Solutions expande seus negócios até o México

Em março deste ano, o CEO da Wert Solutions, Rodrigo Rotondo, esteve no México para a implantação do Manusis 4.0 na Comau. Líder mundial em sistemas automação e manutenção industrial, a Comau integra o conglomerado industrial Fiat Chrysler Automobiles (FCA) e hoje é a subsidiária do grupo responsável pelo atendimento ao mercado mexicano e a países do Mercosul.
Nessa fase do projeto, o Manusis 4.0 foi implementado como ferramenta na COMAU para a realização da gestão de manutenção e ativos nas empresas Carrier e Hyundai. Futuramente, a intenção é implementar o software em todos os contratos da Comau no Brasil e no exterior.
Para a Wert, o novo projeto integra o plano de expansão de negócios da empresa no mercado internacional, sendo o objetivo principal da empresa tornar o Manusis 4.0 reconhecido como o melhor software de Gestão de Manutenção e Ativos do mundo.

Como escolher indicadores de desempenho?

Os KPIs (Key Performance Indicators), ou Indicadores de Performance, são dados utilizados para medir o desempenho relativo a um objetivo. As variáveis mensuráveis são muitas e podem avaliar, por exemplo, o desempenho da sua empresa ao investir no aumento das vendas, melhorias no retorno do investimento em marketing, na redução da desistência na jornada de compra, além de outros.
Para resultados mais assertivos, portanto, é importante que se defina quais realmente agregam valor ao seu plano de ação. Defina os objetivos da sua empresa e dos seus colaboradores. Analise as áreas que precisam de melhorias ou otimizações e priorize ações para sua equipe de gestores.
Tendo em mente objetivos, estratégia e plano de ação, defina os KPIs mais relevantes levando em consideração alguns pontos primordiais. Os indicadores devem ser:
Apropriados: devem medir precisamente o aspecto operacional que precisa ser medido;
Aceitáveis: devem ser considerados por todos;
Claros: devem transmitir uma mensagem clara em relação à operação medida;
Comparáveis: devem poder ser comparados a dados internos ou externos à empresa;
Simples: devem ser fáceis de entender, coletar e interpretar.
Deve-se garantir que os indicadores meçam, portanto, a efetividade na aplicação dos processos de manutenção com o intuito de avançar e perpetuar o negócio da organização.
Os KPIs podem variar bruscamente de organização para organização e de meta para meta, mas alguns são encontrados com maior frequência em determinadas áreas. Para saber os principais KPIs para a Gestão e Manutenção de Ativos, baixe aqui o e-book que preparamos sobre o tema.

pt_BRPortuguês do Brasil
pt_PTPortuguês pt_BRPortuguês do Brasil