Os 5 princípios da Indústria 4.0

Os 5 princípios da Indústria 4.0

Os cinco princípios pensados para o desenvolvimento e a implantação da Indústria 4.0  definem os sistemas de produção inteligentes que deverão surgir nos próximos anos. Confira cada um deles:
1 – Capacidade de operação em tempo real: aquisição e tratamento de dados instantaneamente. Responsável por permitir a tomada de decisões em tempo real.

  1. Virtualização: é a continuidade e evolução das simulações já existentes. A proposta aqui é a produção de cópias virtuais das fábricas inteligentes, que irão permitir a rastreabilidade e monitoramento remoto de todos os processos através de sensores espalhados ao longo da planta.
  2. Descentralização: a tomada de decisões será feita pelo sistema cyber-físico de acordo com as necessidades da produção em tempo real; as máquinas receberão comandos e fornecerão informações sobre seu ciclo de trabalho. Assim será possível que os módulos da fábrica inteligente trabalhem de forma descentralizada e tenham a oportunidade de aprimorar os processos de produção.
  3. Orientação a serviços: utilização de arquiteturas de software orientadas a serviços aliado ao conceito de Internet of Services.
  4. Modularidade: produção de acordo com a demanda, acoplamento e desacoplamento de módulos na produção. Resultado de maior flexibilidade para alterar as tarefas das máquinas facilmente.

Leia também no blog da WERT Solutions: como a Indústria 4.0 impacta o futuro da Manutenção e Gestão de Ativos?

pt_PTPortuguês
pt_BRPortuguês do Brasil pt_PTPortuguês