Tag Archives: manutenção de ativos

02 ago 2017

Vantagens da Internet das Coisas para os processos de Gestão da Manutenção

O termo Internet das Coisas ou Internet of Things (IoT) diz respeito a objetos exclusivamente identificáveis (coisas) e suas representações virtuais em uma estrutura de internet. No contexto industrial, o conceito está relacionado à capacidade de utilizar a rede de internet atual para conectar equipamentos e pessoas, promovendo uma eficaz troca de informações, automatização de ações e análise de dados. No contexto da manutenção de ativos, o conceito da Internet das Coisas vem sendo cada vez mais difundido e aplicado, pois permite grande controle das ações de manutenção preditiva e corretiva, diminuindo os espaços de tempo entre manutenções e evitando paradas inesperadas. Mais que isso, possibilita que os gestores consigam antecipar com rapidez e efetividade fatores como desgaste de componentes, eventos, coleta de horas trabalhadas, itens produzidos, movimentação de itens, entre outras diversas informações úteis na estratégia. A crise econômica brasileira tem levado muitas empresas a reduzir seus investimentos em maquinários. Nesse contexto, a gestão da manutenção associada às tecnologias oferecidas pela Internet das Coisas se torna uma ferramenta imprescindível para garantir o bom funcionamento dos equipamentos e estruturas até que haja um reaquecimento da economia. Além disso, torna-se um fator de competitividade, uma vez que, em um mercado cada vez mais disputado, diferenciam-se as empresas que investem em otimização dos processos e soluções inovadoras para reduzir custos, aumentar a produtividade e o tempo de vida útil de seus equipamentos. O conceito da Internet das Coisas é amplo e pode ser aplicado em inúmeros segmentos como segurança, agricultura, varejo, automobilístico, entre outros. No setor da infraestrutura urbana, por exemplo, pode-se controlar redes de energia elétrica, água e saneamento com a captura de informações e avaliações sobre o desemprenho de cada ponto em tempo real, obtendo indicações de manutenção preventiva em focos de prováveis problemas. Inúmeras são as possibilidades, porém, para explorá-las ao máximo, é preciso ter em mente que as máquinas por si só não fazem nada: todo o trabalho só é possível por meio da análise de dados. Invista em tecnologia e garanta retorno: conheça o MANUSIS 4.0, software especialista de Gestão e Manutenção de Ativos com aplicativo mobile e 100% online, ou seja, operado totalmente pela internet. Clique aqui.
30 maio 2017

Como escolher um sistema de gestão e manutenção de ativos

Sistemas de gestão informatizados são grandes auxiliares nos processos e fluxos de manutenção de ativos, pois reúnem os dados e as ferramentas necessárias para dar à gerência uma visão mais estratégia do processo produtivo, planejando ações que preveem e corrigem possíveis falhas, garantindo a disponibilidade dos ativos envolvidos na produção. Mas isso não quer dizer que qualquer sistema de gestão e manutenção de ativos irá suprir todas as necessidades e cobrir todos os aspectos do processo produtivo. É necessário estar atento a algumas características fundamentais que auxiliam nas operações de planejamento, execução, acompanhamento e controle da manutenção. Listamos em um artigo alguns fatores importantes que devem ser levados em consideração na hora de escolher um sistema de gestão de manutenção e ativos, como gestão em ambiente colaborativo, gestão em nuvem e gestão em dispositivos móveisClique aqui para baixar o documento gratuitamente.
08 dez 2016

CEO da Wert Solutions é entrevistado pelo Canal – Jornal da Bioenergia

Como a manutenção com planejamento afeta a produtividade das indústrias. Esse foi o tema da matéria publicada com Rodrigo Rotondo, CEO da Wert Solutions, na edição nº 116 do Canal – Jornal da Bionergia.  A publicação é especializada em agroenergia, com ampla cobertura em todos os setores envolvidos na produção de energia limpa e renovável. Para Rotondo, é imprescindível manter rotina de inspeções e uso de técnicas de manutenção preditiva durante a operação contínua para identificação de sinais de estado de falhas. “Essa ação permitirá um planejamento mais adequado de suas intervenções mesmo que em momento de safra, de modo a não impactar no processo produtivo”, explica na entrevista. Para ler a matéria completa, clique aqui.
17 out 2016

As vantagens de um sistema especialista para a Gestão de Manutenção de Ativos

O aumento do número de equipamentos e da complexidade das técnicas de análise preditivas para estes têm sido grandes desafios na área de Gestão de Manutenção de Ativos. Hoje, para oferecer ganhos em termos de confiabilidade operacional, otimização e sustentabilidade, a Gestão de Ativos exige uma análise abrangente e integrada de dados, informações técnicas e históricos de intervenções. Assim, mais do que investir em ferramentas de monitoramento, criou-se a necessidade da adoção de sistemas especialistas e integrados que ofereçam dados e informações adaptáveis à estratégia e à realidade cada organização. Para entender a importância desses sistemas e suas principais vantagens, faça o download gratuito do e-book que preparamos exclusivamente sobre o tema. Clique aqui e baixe o arquivo.
17 out 2016

Descubra o que é Gestão de Manutenção de Ativos e seus principais indicadores

De acordo com o dicionário, manutenção é “a combinação de ações técnicas e administrativas, incluindo as de supervisão, destinadas a preservar ou recolocar um item em um estado no qual possa desempenhar uma função requerida”. Essas ações envolvem a conservação, a adequação, a restauração, a substituição e a prevenção de máquinas, equipamentos, ferramentas e instalações. O objetivo principal é manter os itens em suas melhores condições operacionais com custo mínimo. Um dos fatores determinantes para o sucesso das estratégias de gestão e manutenção de ativos em indústrias e empresas é uma boa definição de KPIs, siga em inglês para Key Performance Indicators ou Indicadores de Performance, em português. Quando se fala de indicadores para gestão e manutenção de ativos, é preciso entender termos essenciais como: o que é MTBF e MTTR? O que é Backlog? Aprofunde-se no assunto. Entenda a importância da Gestão de Manutenção de Ativos para as organizações e quais seus principais indicadores baixando gratuitamente o e-book que preparamos. Clique aqui e faça o download.
14 set 2016

Como escolher um sistema de gestão e manutenção de ativos

Sistemas informatizados de gestão são grandes auxiliares nos processos e fluxos de manutenção de ativos, pois reúnem os dados e as ferramentas necessárias para dar à gerência uma visão mais estratégia do processo produtivo, planejando ações que preveem e corrigem possíveis falhas, garantindo a disponibilidade dos ativos envolvidos na produção. Mas isso não quer dizer que qualquer sistema de gestão e manutenção de ativos irá suprir todas as necessidades e cobrir todos os aspectos do processo produtivo. É necessário estar atento a algumas características fundamentais que auxiliam nas operações de planejamento, execução, acompanhamento e controle da manutenção. Listamos em um artigo alguns fatores importantes que devem ser levados em consideração na hora de escolher um sistema de gestão de manutenção e ativos, como gestão em ambiente colaborativo, gestão em nuvem e gestão em dispositivos móveis. Clique aqui para baixar o documento gratuitamente.
14 set 2016

A Internet das Coisas na manutenção: como conectar equipamentos

A Internet das Coisas refere-se ao termo traduzido Internet of Things (IoT), citado pela primeira vez por Kevin Ashton, tecnólogo britânico, MIT, RFID, em 1999. O termo diz respeito a objetos exclusivamente identificáveis (coisas) e suas representações virtuais em uma estrutura de internet. No contexto industrial, o conceito está relacionado à capacidade de utilizar a rede de internet atual para conectar equipamentos e pessoas, promovendo uma eficaz troca de informações, automatização de ações e análise de dados. No contexto da manutenção de ativos, o conceito da Internet das Coisas vem sendo cada vez mais difundido e aplicado, pois permite grande controle das ações de manutenção preventiva, preditiva e corretiva, diminuindo os espaços de tempo entre manutenções e evitando paradas inesperadas. Entenda a história do que está sendo chamado de Indústria 4.0 e saiba como conectar equipamentos ao sistema de gestão da manutenção no artigo que disponibilizamos para download grátis neste link.
14 set 2016

Como implementar metodologias de ressuprimentos para manutenção

A gestão de estoques de peças sobressalentes é um importante fator de sucesso nas estratégias de gestão e manutenção de ativos, isso porque um controle adequado pode evitar paradas prolongadas do processo produtivo em decorrência da dependência da entrega de fornecedores externos. A criação de estoques de peças de manutenção, porém, enfrenta certa resistência em diversos segmentos, pois pode representar grandes quantias financeiras, gerando capital ocioso. Por esse motivo, algumas empresas buscam manter níveis de estoques mínimos, o que nem sempre é a alternativa mais correta. Quando falamos de estoque, para não pecar pelo excesso e nem pela falta, um bom planejamento é a melhor forma de eliminar os erros decorrentes de tratamentos estatísticos de demandas. Para entender como implementar uma metodologia de ressuprimentos na gestão e manutenção de ativos, elaboramos um artigo completo, explicando os principais modelos de gestão (modelo de gestão ativo e modelo de gestão reativo) e o passo-a-passo para definir uma metodologia adequada às características de cada organização. Clique aqui para baixar o conteúdo gratuitamente e tenha uma boa leitura!
14 set 2016

Como elaborar um Plano de Rotas de Inspeção?

O conceito de inspecionar, no contexto da manutenção de ativos, é verificar, checar e, principalmente, observar se os equipamentos se encontram em suas condições ideais conforme recomendações do fabricante ou mesmo preestabelecidas pela própria empresa. A importância da inspeção, portanto, se dá pela sua capacidade de identificar falhas antes mesmo destas acontecerem, o que se conhece por “estado de falha”, diminuindo prejuízos com manutenções corretivas. As rotas de inspeção são criadas visando maximizar o tempo, a segurança e a produtividade da execução. São atividades com periodicidade variável (diária, semanal, mensal, bimestral, etc.) que são executadas com o objetivo de detectar falhas antes que elas ocorram. Para isso, alguns questionamentos devem ser respondidos:
  • Qual o caminho mais lógico a ser seguido?
  • Quais são os pontos vitais a serem inspecionados?
  • Quais os riscos à segurança pessoal existem no local?
  • O que deve ser inspecionado?
  • Quais os parâmetros devem ser seguidos?
  • Quais ferramentas serão utilizadas?
  • Quais EPIs serão necessários?
Nesse cenário, a definição de um bom plano de rotas de inspeção é uma ação fundamental para o sucesso das estratégias de gestão de ativos e manutenção, pois será o principal guia utilizado por gestores para a definição, implementação e controle das ações. Faça o download do material que preparamos com um guia com 4 passos para elaborar um Plano de Rotas de Inspeção. Clique aqui para baixar gratuitamente.
Copyright © 2016. Manusis 4.0. Todos os direitos reservados. Agência Cupola.